Sexta-feira, 14 de Outubro de 2005

Indecisões de voto

Estavam a acabar de almoçar e ainda não tinham decidido em quem iam votar.


Até agora tinha sido sempre fácil, pois na freguesia deles sempre só houve uma lista para a Junta. Este ano porém, uns independentes tinham resolvido concorrer e assim teria de haver uma escolha entre as duas listas.


A lista do partido tinha lá o Sr. Presidente da Junta e os seus familiares, embora tivesse também aquele advogado que tinha lá feito uma urbanização no pinhal da aldeia e que até agora o único emprego que trouxera para a aldeia tinha sido o de 4 lenhadores, que durante dois meses andaram a abater pinheiros


A lista dos independentes era mais variada, além dos 2 lenhadores que não tinham conseguido arranjar emprego, tinha também o Sr. Anselmo que era o dono do café da aldeia, a quem a empresa do sr doutor tinha a ficado a dever as refeições dos operários que lá estiveram a trabalhar e a Dª Margarida, que quando ouviu que iam fazer um condomínio na aldeia, fez obras no galinheiro para o remodelar para 4 quartos a pensar nas dormidas que os operários iriam precisar mas, para grande desgosto dela, eles ficaram a dormir nuns contentores na obra e agora além de não conseguir pagar as obras do galinheiro, as próprias galinhas não se davam bem com as novas instalações e tinham deixado de pôr ovos


O sr. Fernando apresentava os seus argumentos :


- Deviamos votar no actual presidente, ele fez com que a nossa terra fosse conhecida na capital do concelho. Já viram quantas vezes o presidente da Câmara cá veio inaugurar o condomínio?


- Ó Pai.., dizia a Lurdinhas, isso é verdade, mas já reparaste que com esse movimento todo de carros, a mãe não me deixa quase sair à rua com medo que eu seja atropelada? A minha qualidade de vida baixou imenso..Eu cá prefiro os Independentes, também tenho razões de queixa deste presidente


A Dª Olga ouvia com atenção os argumentos do marido e da filha.Na verdade, a aldeia nos últimos 4 anos tinha-se transformado bastante, com tudo o que isso traz de bom e de mal para uma aldeia pacata. Aquele enorme condomínio fechado composto pelas 3 moradias mais o tanque dos patos, tinha na verdade mudado um pouco os hábitos da aldeia.


Agora os habitantes da aldeia já pouco iam para o largo da mesma aos domingos à tarde, mas iam quase em romaria para as redondezas do condomínio admirar aqueles enormes e belos muros altos em pedra que tinham feito, embora houvesse sempre uns homens desmancha prazeres, que diziam que as paredes das casas deles e que eles tinham construído estavam mais bem feitas. Algumas mulheres lamentavam a sorte das mulheres que viviam no condomínio, pois devia ser um prisão para elas não poderem ir até ao largo aos domingos á tarde


A Dª Olga já percebera que seria a opinião dela que iria decidir em quem a família iria votar, pois sempre tinham feito questão de ser uma família muito unida.Algo lhe dizia que deveriam votar em quem sempre votaram, e certamente deveria haver um motivo bastante válido para isso, mas de momento não se recordava e isso a afligia um pouco


Já estavam só eles no café, pois como acontecia em qualquer domingo à tarde, a maioria das pessoas já tinha ido lá para os lados do condomínio


O dono do café, o sr Anselmo, começava a mostrar sinais de impaciência, pois com eles lá não poderia fechar o café para ir ver o condomínio


- Querem que traga a conta?, já tinha ele perguntado 123de4 vezes, mas ninguém o escutava ou lhe prestava atenção, dado o calor da conversa para saber em quem votar


Entretanto entra no café um homem que vai ter com o sr Anselmo, e segreda-lhe qualquer coisa, a olhar para a mesa do Sr. Fernando. Passados uns minutos, o dono do café, o Anselmo, dirige-se à mesa do sr Fernando e diz :


- Desculpe estar a incomodar Sr. Presidente, mas o Manuel veio aqui dizer que já todos votaram e só falta a sua família. Se fecharmos já as urnas, somos a 1ª freguesia a apresentar os resultados e pode ser que até se apareça na televisão. Por uma vez na vida sr Presidente faça algo por nós e pela nossa aldeia!


E com isto o Sr Fernando e família pagam a conta e foram em passo apressado votar, enquanto a Dª Olga se lembrava de imediato quais os válidos motivos porque sempre tinham votado na lista do partido..

publicado por 123de4 às 15:24
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 11:13
Olá Delta..:)) è bem verdade..:)) Vai aparecendo..123de4
(http://123de4.blogs.sapo.pt/)
(mailto:123de4@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Outubro de 2005 às 23:24
Olá aflores..:) parecem histórias antigas... mas olha que o meu novo post, tem umas promessas diferentes das habituais...:)
Um abraço!123de4
(http://123de4.blogs.sapo.pt/)
(mailto:123de4@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Outubro de 2005 às 23:20
Olá meninamarota..:) Passa mais vezes.. é sempre um prazer a tua visita...:) Beijos123de4
(http://123de4.blogs.sapo.pt/)
(mailto:123de4@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Outubro de 2005 às 01:24
Try catching the cat...:-)delta
(http://delta.blogs.sapo.pt)
(mailto:deltacat@sapo.pt)
De Anónimo a 21 de Outubro de 2005 às 14:35
Baralham...partem...voltam a dar...o mesmo jogo, os mesmos trunfos. Acho mesmo que estão viciadas as cartas, cheiram a electrodomésticos, a viagens, blusas, Tv's e a promessas sem fim :):) - Não gosto de jogar cartas, nem ao burro!!!!aflores
(http://omeublog2004.blogs.sapo.pt)
(mailto:albertoflores1957@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 21:37
Passei para ler-te. Deixo um beijo... ;)Menina_marota
(http://www.mgrande.com/weblog/index.php/eternamentemenina/)
(mailto:Menina_marota@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Outubro de 2005 às 14:56
Olá Francis..:) Pois é.. imaginção não falta em Portugal..:) Um abraço!123de4
(http://123de4.blogs.sapo.pt/)
(mailto:123de4@sapo.pt)
De Anónimo a 18 de Outubro de 2005 às 13:50
Eu prefiro aqueles que oferecem chouriços e arranjos dentários! :-)Francis
(http://www.barbiku.blogspot.com)
(mailto:varela488@hotmail.com)
De Anónimo a 16 de Outubro de 2005 às 14:49
Olá Mitsou..:) Bem regressada, pois eu também estive ausente daqui por muito tempo..Obrigado pelas tuas palavras.. Beijocas e bom domingo123de4
(http://123de4.blogs.sapo.pt/)
(mailto:123de4@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Outubro de 2005 às 21:54
Entrei de mansinho, envergonhada pela longa ausência. Pus-me a ler os atrasados e foi um fartote :) Já sei que as tuas histórias têm sempre um final inesperado e genial mas olha que desta vez surpreendeste-me! Beijocas e bom domingo.Mitsou
(http://tijolices.blogspot.com)
(mailto:tijolices@gmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Hoje passei

. Ena que sensação...

. As voltas que a vida dá.....

. REABERTURA EM BREVE

. ...

. No Shopping

. Barcelona

. Evolução

. Sosufnoc

. As emoções de uma primeir...

.arquivos

. Setembro 2012

. Outubro 2009

. Maio 2007

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Julho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

.música

.fazer olhinhos

.links

.Estatisticas